terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Jacaré-Açu

O jacaré-açu, conhecido também como jacaré-preto e jacaré-gigante habita a bacia Amazónica. Este belo exemplar chega a atingir os seis metros de comprimento e a pesar 350 quilos, sendo o maior dos jacarés sul-americanos e atingindo uma longevidade que pode alcançar os 100 anos.


Este jacarés como todos os outros são animais que causam sentimentos de repudia, sendo geralmente animais pouco atractivos por despertarem nas pessoas sentimentos de medo. Mas ao contrário do que muitas pessoas pensam…Os jacarés são muito importantes! São ecologicamente importantes, sendo responsáveis pelo controle biológico de outras espécies animais ao se alimentarem dos indivíduos mais fracos, velhos e doentes, que não conseguem escapar ao seu ataque. Também controlam as populações de insectos e de gastrópodes transmissores de doenças e as suas fezes servem ainda de alimento a peixes e a outros seres vivos aquáticos.

Admirados?!


Muitos pensam também que os jacarés comem pessoas, mas não…devido ao seu metabolismo lento alimentam-se relativamente pouco e geralmente de animais pequenos (comendo apenas cerca de 400g de alimento por dia!).

Curiosidade:

Hoje, autoridades, cientistas e ambientalistas defendem a caça controlada ao jacaré, temendo uma superpopulação deste réptil. E a primeira investida oficial, neste sentido, já está sendo dada na Reserva Extrativista Mamirauá, no Estado do Amazonas, onde se estima que só de jacaré-açu existam dois milhões de exemplares. Há relatos de que na primeira metade do século XX, em decorrência de uma superpopulação de jacarés no Município de Alenquer, no Pará, o povo local reunia-se para matar os répteis à paulada, que era chamada de “batição”. Consta que nessa época era comum na localidade ver pessoas com pernas, braços e outras partes do corpo amputados por causa das mordidelas destes jacarés.

4 comentários:

  1. Olá
    Obrigado pelo "seguimento" que muito me honra. Aqui fala-se de animais a sério, os meus são só uns bichos esquisitos à procura de um pouco de atenção.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  2. Nunca pensei que comessem apenas 400g por dia, sempre tive na ideia que eram bichinhos para bastante alimento. Sendo assim aqueles que caem no erro de papar uma pessoa devem apanhar uma bela barrigada...

    No caso contrário... quem já provou diz que estes bichinhos sabem bastante bem, um travozinho a galinha...

    Não sou muito fã de jacarés e família, mas já cá andam à uns tempos :) se não se aproximarem muito de mim com ar ameaçador, até que são fofinhos :)

    beijinho beijinho *

    ResponderEliminar
  3. Um dia, muito em breve, vais conhecer um jacaré simpático ( literalmente!) =)

    Bjo
    Sofia*

    ResponderEliminar
  4. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

    ResponderEliminar